sábado, 11 de maio de 2013

Nós

A vida nunca poderá ser resumida.
Ela é tão cheia de tropeços e às vezes é preciso nos assegurar em apoios
Que por vezes ou outras não estarão mais ali.
Não se devia chamar vida, devia se chamar sonhos.
Os nossos sonhos serão nossas bases para nosso futuro
 Será um passado de um presente que fica, ficou e ficará.
Somos um sonho desfeito, com defeitos, com deslizes.
Em busca de um labirinto perfeito e imperfeito
Para que ali, possa se viver.
Somos-nos o que queremos ser
Mas antes de ser tudo isso
Não esqueça que sou igual a você.

Fernanda Pinheiro de Lima
fernandapinheirolima@hotmail.com
Santiago, RS


 
Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.
 
 ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas ideias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as ideias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...