segunda-feira, 4 de março de 2013

Privilégios de uma geração

Como diriam todas as avós, “vivendo e aprendendo”, depois de muito tentar e não conseguir deixar meus textos, que já não são grande coisa, com uma aparência mais ou menos razoável, essas coisas de margem, espaço para iniciar o parágrafo, separação de sílabas, etc... Hoje descobri que aqui não é como na minha velha Remington, na qual já eram automáticos certos procedimentos, mas como diriam os avôs, “conforme a música, assim se dança”.
Aos jovens de agora, tudo o que hoje é moderno para mim, já lhes é entregue quase pronto, e aquilo que não se encontra nesse estágio, falta só aperfeiçoar. Certamente há muito por se descobrir, mas disso o futuro se encarregará.
A minha geração, ou aqueles que hoje estão com a idade, digamos, acima dos sessenta anos, acompanhou todas essas descobertas, invenções e evolução, mas principalmente a medicina foi que nos deu uma boa longevidade, com uma ótima qualidade de vida. Tudo isso acompanhado de um privilégio até agora concedido a poucos em épocas passadas, a possibilidade de conviver com pessoas nascidas em três diferentes séculos.
Nossos avós e seus amigos, até mesmo muitos pais nasceram nos anos de 1800, século 19, participando da nossa juventude. Certamente nossos familiares e descendentes, e aqueles com os quais convivemos por longa data até agora, tiveram seus nascimentos ocorridos no século 20. Mas sem dúvida alguma iremos acompanhar, por muito tempo, nossos netos e bisnetos, alguns que já estão aqui, outros que chegarão neste início do século 21.
Não sei se alguém, antes destes tempos, teve a permissão de colocar em seu colo um bisneto e poder dizer:
- Certa vez eu e o tataravô de tua mãe, estávamos conversando, quando ele contou-me que ...
Ah, e aqueles que puderem, por favor, não deixem que essas memórias fiquem presas na mudez das fotografias.

Paulo Walmir Assunção Vargas
São Leopoldo, RS
Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Um comentário:

Secretaria Municipal do Meio Ambiente - Santiago/RS disse...

Olá! Gostariamos de pedir sua colaboração na divulgação do blog da SMMA, pode ser linkando o blog ou seguindo-nos e deixando visível na página. Muito Obrigada!

Att,

Daniela Oliveira

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...