quinta-feira, 18 de outubro de 2012

São Setembros

É sempre setembro...

Dizia um velho a beira do fago de chão,
Que são setembros do coração
As manhãs acompanhadas
De danças e chimarrões,
De farra em frente aos galpões,
São madrugadas de setembro.

Das estrelas correntes no céu..
Dizia o velho
Que eram como véu
Das noites pesadas
Quando o corpo descansava
Sobre os pelegos,
Fazendo setembros
Do silêncio das noites claras.

Também são setembros
Janeiros e fevereiros,
Mesmo com o verão
É setembro no galpão
Pelo desfile das pilchas
E pela compra de aperos novos.

É sempre setembro para nós gaúchos.

Ellen Barboza Ramos.
www.ellenbarboza94.blogspot.com.br
ellen.b.ramos@hotmail.com
Santiago, RS



 
Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.


ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...