sexta-feira, 6 de julho de 2012

Solitária

Estava eu alem das sombras
consumida por uma dor.
Que não se terminava
em infinita angustia estava.

Nada e ninguém para me salvar
em um beco cheio de sofrimento.
minha alma pedindo clemência
Odeio sentir essa tortura.

Em um mar de mentiras
Vivi até me arrepender
de palavras ditas em vão
lagrimas... Lagrimas de dor
lagrimas sem amor

onde estava a verdade?
A pura verdade que martiriza minha alma
esquecer tentei não consegui
Tudo que faço e em vão.

pois o que abita o meu ser e só magoa contida
me sinto uma adolescente em crise
na beira do abismo
prestasse a se atira.

Sem saber o que pensar
sem saber o que fazer
apenas chorar...

Jessica Trindade Rodrigues
http://therockthe.blogspot.com.br
jessica-juster@hotmail.com
Santiago, RS



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para
casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...