terça-feira, 13 de março de 2012

Avesso

Afogo os pulmões no próprio ar,
Cresço nutrida pela dor
E dou-me à vida que me tenta matar.

Não que eu não tenha
Mais nada a dizer;
Mas é que, às vezes, parece
Faltar-me o tempo para viver.

Sinto-me atirando lenha
Para alimentar uma fogueira
Que me queima pelo avesso
Enquanto deixo passar a vida inteira.

Eu tanto fiz, que aprendi
Muito do que nunca deveria -
Soube de mais e de menos vi

Luciana Nogueira
http://anjoshistericos.blogspot.com
hysteric.angel@hotmail.com
Santos, SP



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...