domingo, 13 de novembro de 2011

Ouço a guerra lá fora

Ouço a guerra lá fora,
de pingos e prantos.

Prantos!
São tantos.
Tristezas, mágoas.
A nuvem negra hábil rival,
nessa batalha de chuva torrencial.

A alegria é um guarda-chuva,
um acordo de paz a essa altura,
assinado por almas frias,
como olhar de escultura.

Após pingos e prantos, sobram as poças.
Terrível noite bélica tardia esboça,
o esperado amanhecer,
se há de nascer,
o sol, sorriso nosso.

Douglas Victor Flores
http://ensaiosdoimproviso.blogspot.com
douglas_v.f@hotmail.com
Santiago, RS



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.


ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...