terça-feira, 11 de outubro de 2011

...e o tempo vai passando

De olhos fechados, só ouço o tic-tac dos ponteiros
É o tempo que vai passando e de roldão nos levando
Para um fim, já aguardado, a todos destinado.

Os ponteiros continuam incansáveis rodando,
Minuto a minuto marcando. O que nos leva a pensar
Na vida que estamos levando, nos passos que estamos dando.

Estaremos indo rápido demais, sem olhar para os lados,
Sem notar nosso semelhante, que sofre de dores cruciais
Sem dar-lhes sequer um sorriso, o que seria um consolo a mais?

Ou andamos a passos lentos, com medo de ao fim do caminho chegar?

Não tenhamos pressa nem lentidão em demasia.
Tudo tem seu tempo... Chegará no momento certo.
Vivamos nossos sonhos, criemos nossas fantasias
Até que nossa jornada por aqui tenha, por fim, acabado.

Antonia Nery Vanti (Vyrena)
http://sonhandocomvyrena.eu5.org
http://www.recantodasletras.com.br/autor.php?id=92518
vyrena@terra.com.br
Porto Alegre/RS



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...