domingo, 11 de setembro de 2011

Violeiro

Violeiro e sua viola caminham solitários e sem direção
Sua viola entoa a mais pragmática das canções
A música doce acorde que desperta emoções

Violeiro audaz e sagaz
Sua viola afinada cantarola alegremente
Levando-o a sigsaguear como uma serpente

Violeiro boêmio da noite
Sua viola brinda corda com corda timtim
Sem desafinar encanta até o fim

Violeiro que nos faz dançar com seu gingado
Sua viola acompanha-o maliciosa e arteira
Com maestria compõe suas notas feliz e faceira

Violeiro que vaga na penumbra da noite
Sua viola fiel companheira és uma nobre seresteira
Corajosa menina sem lar está aqui, acolá graciosa forasteira

Violeiro que pula de bar em bar
Sua viola e você almas gêmeas inseparáveis
Dueto perfeito, violeiro e viola artistas imutáveis

Leandro Maciel Cortes
http://leandromacielc.blogspot.com
leandrocortes40@yahoo.com.br
Jaguari, RS



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...