domingo, 11 de setembro de 2011

Coração Hereditário

São fragmentos de mim
Dando seqüência a vida
Que perpetuem na história
E não se perca no tempo

Como a nascente de um rio
Que brota de uma vertente
Unidos com o mesmo sangue
Correndo dentro da gente

Elos da mesma corrente
Adaga do mesmo aço
Temo as mesma semelhança
Carregamos os mesmos traços

O pía vive trotiando
Cantando que nem canário
Porque carrega no peito
Um coração hereditário

Eu sei que Deus o supremo
Deu a vida por nós dois
Mandou que eu viesse primeiro
Abrindo a linha de frente
Pra ti que vinha depois

Por isso eu e meu neto
Honramos nossa linhagem
De pelo duro que somos
A chucra raça criola
Inté o mesmo sobrenome

Este são laços entre nós
Que muitos chamam de herança
Hoje partilho com o neto
Os sonhos e esperanças

Geolar Vieira
geolarvieira@hotmail.com



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...