terça-feira, 16 de agosto de 2011

Gado chimarrão

* Ao meu irmão Vanderlei Machado

O gado veio da Espanha
De além-mar ao Paraguai
(Entrou no Rio Grande antigo
Pelas águas do Uruguai)

Foi Cristóvão de Orelhana
Que trouxe as provisões
Pra alimentar os nativos
Mantidos nas Reduções

(O campo se fez pastagem
Semente fecundou o chão/
O Pampa se fez estância
Para o gado chimarrão)

Os padres quando vieram
Trouxeram o gado e o grão
Se um índio ouvisse um berro
Pensava em assombração

E o gado trouxe o gaúcho
Que veio para domá-lo
E se fizeram parceiros
Gaúcho, gado e cavalo

Clodinei Silveira Machado
silveiraselva@ibest.com.br
Santo Ângelo, RS



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...