quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Aconselho-te

Controla tua língua venenosa,
Presta atenção em teus verbos impróprios,
Honra teu caráter e criação,
Não digas o que não é sabido.
Acorda da época da ganância.

Nesse mundo pérfido da competição, sedução e podridão,
As etiquetas são dadas indevidamente a quem não se conhece.
Há uma descrição tua nos lábios dos outros,
Frases que te definem porcamente,
Baseadas em burbúrios, falsidades, inseguranças e mentiras.

Aqui, pessoas não são almas:
São obstáculos a serem ultrapassados.
Há uma lógica imatura e violenta,
Capturadora da decência, humanidade...
Não resta mais nada além do hedonismo e egoísmo.

A sede pela posse é intensa.
A busca pela boa imagem, eterna.
O oportunismo virou rotina.
O interesse, costumeiro.
Onde está a requintada classe de outrora?

O que resta a nós, pois?
Adaptar a pequena flor ao aterro.
Transformar os arredores em limpos.
Resta construir o sucesso com justiça,
Longe das sujeiras contaminadoras.

Cansa-te deste ciclo hediondo.
Muda-te para teu próprio universo.
Cria e mantém teus elaborados valores.
Cala teus segredos e desejos.
Vive só na paz do bom caminho.

Ettore Stefani de Medeiros
http://ettorestefani.blogspot.com
Santa Maria, RS



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...