terça-feira, 12 de julho de 2011

nem ciência e nem amor

Nem fótons, moléculas e íons catalíticos
nem luz, partículas e seres existenciais
nem híbridos, poeiras e mitos
nem ciência e cataplasmas analíticos
sem teu maremoto irreal eclodindo
de nada existo sem átomos sentimentais
da tua visível indivisibilidade

Nem relatividade, nem Oceania
nem mundo, nem vida e fitoterapia
nem emulsificações e anatomia
nem poesia balsâmica e divindade inerte
sem teu paradigma protótipo editado
de nada existo sem lembranças serenas
do teu pensamento mortal esculpido

E os prótons detalhados que nasceram
não são analogias criadas e nada
longe da tua origem,
da tua criação humanística
de apenas surgir.

Camila Canterle Jornada
camila.cj@globo.com

http://camilajornada2.blogspot.com
Santiago, RS



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho paracasadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...