sexta-feira, 24 de junho de 2011

Nada poderia ser como era antes

Os três jeitos de amar
Foram desfeitos pelo ciúme
Foram rasgadas: Fotos, poemas e cartas
O diário foi queimado
Os discos quebrados
O coração em prantos
Sem poder voltar ao que costumava ser

Antes tudo era azul
Nada poderia ser aquilo que destrói sentimentos
Apenas um nó no meio do caminho
E o vento soprando o destino

Os três jeitos de falar
Foram desfeitos pelo silêncio
Foram rasgadas: folhas soltas e páginas de um livro sem autor
O diário foi perdido
Os amores reciclados
E o coração sem poder voltar a ser o que era antes

Camilla Cruz
http://spleen-e-charutos.blogspot.com
camillcruz@gmail.com
Santiago, RS



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

4 comentários:

Vyrena disse...

Haja inspiração, para escrever um poema assim. Lindo, demais.
Parabéns, querida poetisa.
Beijos

Camilla Cruz, disse...

Muito obrigada, me sinto muito honrada com teus elogios! Beijos querida!

Camilla Cruz, disse...

Muito obrigada, fico muito honrada com teus elogios. Beijos querida!

Camilla Cruz, disse...

Muito obrigada, fico muito honrada com teus elogios! Beijos querida!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...