terça-feira, 5 de abril de 2011

Sina de Poeta

Poeta vive de sonhos
quimeras e fantasias
vivendo paixões imaginárias,
sofre por amores ardentes,
fictícios, inexistentes.

Poeta é assim:
sofre e inventa dores
que só ele mesmo sente.
Inventa amores
que só se concretizam
em sua mente.

Poeta tem coração diferente
vive triste e, ao mesmo tempo,
contente,
por imaginar que seus amores
durarão eternamente.

Essa é a sina do poeta:
Sonhar... sonhar
ser infeliz e ao mesmo tempo
viver alegremente.

Antonia Nery Vanti (Vyrena)
http://sonhandocomvyrena.eu5.org
vyrena@terra.com.br
Porto Alegre/RS



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...