terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Desabafo de um Senhor

A gravidade penetrou por entre os vácuos.
Cá estou a sentir o efeito do tempo.
O andar da juventude passou e não voltará
E as memórias da infância, hoje, são apenas vultos indistintos.

As rugas em minha face fingem minha sabedoria,
Porque de nada mostram o meu âmago.
Vejo linhas curvas e mal-traçadas que contornam meu rosto,
Assim como os caminhos que sempre percorri.

Como último desejo de uma história de amargura,
Desejaria apenas ser amado.
Um amor que transpusesse os bloqueios entre vida e morte
E que completasse todas as tristezas sofridas.

Depois disso eu iria até profundo e escuro falecimento
E sorriria em louvor encantado
Por ter tido a chance, mesmo no último momento,
De sentir o coração acalentador de um grande amor.
De amar e ser amado.

Ettore Stefani de Medeiros
http://ettorestefani.blogspot.com
Santa Maria, RS



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...