terça-feira, 9 de novembro de 2010

Uma grande importância simples

Digo que, nem sempre é necessário sempre sorrir. É necessário sim, amar. Mas amar de tal forma que haja o compreender. E nem sempre é necessário compreender. Mas é necessário aceitar. Mesmo assim, nem sempre é necessário para tudo sorrir. É sim necessário ser sincero consigo mesmo. De forma qualquer, é necessário ser bom. Mas não quer dizer que para ser bom, seja necessário esconder as mágoas. Digo que, é necessário ser amigo. Mas ser amigo não quer dizer ser perfeito, e ser perfeito não quer dizer ser sempre feliz, e ser feliz não quer dizer sorrir para fora. Ser feliz é ser você mesmo, é exteriozar o que se é por dentro. Ser amigo é aprender a ser um para cada um, não deixando de ser você mesmo. É confiar, sobretudo na sua capacidade, para depois fazer acreditar na dos outros. Digo que, nem sempre é bom ter só amigos. Inimigos fazem parte do nosso crescimento. E crescer é evoluir. Evoluir é saber lidar com as situações mais complicadas da vida, como amar seu inimigo. Isso porque, é necessário amar. Independente de quem seja. Isso importa pouco a partir do momento em que se descobre qual o verdadeiro significado do amor para cada um, que inclusive, é mesmo um conceito de cada um. Ainda digo que, sorrir pode nem sempre ser sinônimo de felicidade, e as pessoas que não observam a beleza interior do sorriso, não o merece. Sorrir pode ser uma máscara. Nem sempre, mas pode. É necessário sorrir, às vezes é necessário sim esconder seus problemas, mas seus sentimentos, jamais. Os mesmos amigos que estão aí pela simpatia, são amigos para sofrerem junto e ajudar. Sim, eles podem ajudar. Mas é necessário dar uma chance e admitir que ninguém é de ferro. Digo que, tristeza faz-se necessário a vida. Porque ela nos faz desistir, e quando desistimos sempre há uma mão para nos levantar, e quando nos levantamos, damo-nos conta de que tristeza nem sempre é boa. Não demasiadamente. É necessário sorrir para a tristeza. Como necessários é, sorrir para o seu próprio sorriso, esse de dentro. Quero dizer ainda que, aí do lado, há seres tristes, desanimados, infelizes, desmotivados, e que o sorrir, desperta a vontade no outro de acordar para a vida e se questionar o motivo de estar tão desgostoso pelo seu viver. Por isso, faz-se necessário sorrir, mas sorrir por fora e por dentro, para que não faça alguém feliz, e se deprima por não estar feliz. Afinal, quem não é feliz, não é capaz de transmitir felicidade. Digo ainda que, plantar uma semente é mesmo bom. Regar a semente te faz fazedor da vida. E fazer a vida, é surpreendente. É ser útil. Acompanhar o crescimento do outro é sinônimo de amar. Então digo que, é necessário amar, saber amar. Não entra mais a questão de ser feliz, mas sim, fazer feliz. Amar é contar segredos também, contar os medos também, e entregar-se incondicionalmente, porque todo o amor vale à pena. O homem é capaz de amar, e isso é maravilhoso. Ainda digo que, faz-se necessário ser independente em todos os sentidos, mas é preciso saber que, precisamos de alguém, não para tudo, mas para que tenhamos o prazer de existência. Não para tudo, mas para que sejamos únicos e tudo um para o outro. Digo ainda que, é necessário chorar, porque as lágrimas sinceras são efervescentes, e quando caem se enxugam, quando não são enxugadas, evaporam, e isso é a certeza de que lágrimas, nunca durarão para sempre. Chorar é necessário, porque é um momento íntimo consigo mesmo, é um momento íntimo com todo mundo, é um momento sóbrio com apenas um, é um momento importante. E lágrimas são salgadas, porque a sinceridade não é tão doce, e as lágrimas não são doces porque a hipocrisia não é sincera. E faze-se necessário sempre, acontecer-nos o bom e o ruim. O bom para que tenhamos motivações para tudo, o ruim, para que não nos acomodemos ao mundo do ego que com certeza poderemos construir. É necessário sorrir, é necessário ser feliz e expressar, mas nem sempre se está feliz, é fato. E nem sempre é necessário sorrir sempre.

Victor Araújo
Linahres, ES



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

2 comentários:

Rose disse...

Gostei muito do texto desse rapaz!
seguirei no blog!
Parabéns Victo, Belas palavras!
Abraço

Rose

Victor Araújo disse...

Obrigado pelo carinho, Rose. Será sucesso ter você no "Sombras do Vento". Seja bem-vinda!

Abraços.

Victor Araújo.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...