sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Desvario

É provável que eu tenha deixado de ser a pessoa que mais te ama neste mundo. Porque eu preciso respirar, e para isso preciso destruí-lo até que não reste sequer um mínimo rastro de sua sombra.
A minha desenfreada ambição em ter você foi apenas uma esperança que me perturbou, corroeu e desolou, e maldito seria o nosso leito depois de úmido por tantas lágrimas. A lembrança da vida que pulsa em minhas veias dói-me horrivelmente, como um pesadelo que preciso reviver todos os dias.

Eu sou a sua desculpa quando você não tem coragem para morrer; sou o seu caminho de volta quando você rasteja para dentro de si mesmo e não consegue encontrar a saída.
Mas e quanto a mim? Quem vai impedir que eu volte a tropeçar em minha própria loucura? Quem vai segurar a minha mão quando eu estiver me afogando no medo contra tudo o que de real me cerca?

Luciana Nogueira
http://anjoshistericos.blogspot.com
hysteric.angel@hotmail.com
Santos, SP



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...