sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Canção dos olhos teus

Chorei pelos teus olhos que hoje eu não vi.
Pelos teus verdes olhos eu também chorei.
Teus olhos tão distantes, negros, eu não os senti.
E os teus olhos verdes só eu encontrei.

Perdido no vazio céu sem estrelar
Tentei na escuridão teus olhos encontrar
E bem muito de longe não te avistei,
Mas fiz a minha parte, eu te procurei.

Meu sono se baseia em não mais sonhar
Se sonho não mais quero nunca acordar
Se só em devaneios tenho o que é meu
Somente nesse mundo sei o que é ser eu.

Não durmo para tuas fotos não lembrar
Se fecho os meus olhos, vejo os olhos teus
De tudo faço para não te recordar,
Mas no peito bate algo mais forte que eu.

Meus olhos como anseiam ver você chegar,
Anseiam penetrar no pensamento teu
E ir bem mais além de onde se possa chegar
E descobrir se lá no fundo existe eu.

Se não me houver eu sei que não irei suportar
E todas tuas lembranças eu as chorarei
Se já não sou eu digno de te amar
Digno então será não mais ninguém.

Eu quis chamar teus olhos pra perto de mim,
Mas esse medo louco é o que detém
Eu vi teus olhos verdes como mais ninguém
E esse olhar friesco me deixou assim.

Nos sonhos, tudo é bem mais real
Nos sonhos eu te sinto e não tenho dor
No sonho nossa carne é imortal
No sonho, só no sonho... Nossa carne faz amor...

Victor Araújo
Linahres, ES



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...