terça-feira, 22 de junho de 2010

O Beijo

navego-me em ti na intimidade dos corpos
a intimidade do corpo alheio
a procura incessante de me fundir numa outra saliva
de entrar numa outra corrente sanguínea
palpitar num coração que não o meu
o mundo lá fora não existe
embalo-te ao som do vento e das
estrelas em ti aconchegadas
quero tocar-te a pele por dentro
beijar-te a alma como quem sopracaricia um pescoço
perder-me definitivamente na maré do teu corpo

Henrik E. Torga
pkhenrique83@gmail.com

http://adesordemdosangue.blogspot.com

Vila Franca de Xira, Portugal




Se você quiser divulgar seu trabalho neste espaço, envie um e-mail para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

2 comentários:

Márcio Brasil disse...

Um poema cheio de belas metáforas. Parabéns ao jovem escritor.

Giovani Pasini disse...

Lindo poema!
Interessante!
Parabéns

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...