sexta-feira, 18 de junho de 2010

Inverno-Solidão

Longas noites gélidas de inverno
com frias montanhas mudas
e o mar cinza, mais soturno
mais frio, com águas mais profundas.

E este rugido de ventos cortantes
se torna uma tristeza sem forma:
é o inverno com suas formas errantes
que como em todo sempre, retorna.

A névoa de novo desmancha o céu,
e ventos desmoronam pensamentos,
estes são levados para o léu
até os próximos tempos.

Louise Schmengler
lou_direito@yahoo.com.br
Santa Maria, RS




Se você quiser divulgar seu trabalho neste espaço, envie um e-mail para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...