sábado, 19 de novembro de 2011

Sede

Perdendo tudo
O controle das coisas
Movendo tudo
A sanidade do mundo

Correndo bairros, ruas e estradas
Fazendo castelos de areia
Chorando sobre os cacos
Morrendo de sede

Sede de algo escondido
Um oásis enterrado
Uma luz no céu à noite
Que seja a lua, mas não o sol

Uma estrela, um poema
Uma loucura repreendida
Um sorriso discreto
Um desatino confuso, um vazio imundo

Camilla Cruz
http://spleen-e-charutos.blogspot.com
camillcruz@gmail.com
Santiago, RS



Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.


ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...