sábado, 8 de outubro de 2011

Fantasmas do passado (indriso)

O silêncio da noite
não me permite dormir.
Fantasmas rondam meu leito.
]
Fecho os olhos d'alma
para não senti-los .
Eles teimam em me atormentar.

Fantasmas de um distante passado,
não dão trégua a meu existir.


Se você quiser divulgar neste espaço, envie seu seu trabalho para casadopoeta.stgo@gmail.com com os seguintes dados: nome completo; foto; blog (se tiver); e-mail para contato e cidade/estado.


ATENÇÃO: A Casa do Poeta de Santiago não se responsabiliza pelo conteúdo dos artigos ou pelas idéias expressadas por estes. Os artigos publicados neste espaço são de inteira responsabilidade dos seus respectivos autores, e expressam as idéias pessoais dos mesmos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...